• contato@autismos.com.br

Quem Somos

autismoS

É um grupo de voluntárias independentes que não possuem ligações
com Ongs ou associações e se uniram com o intuito realizar e promover
projetos relacionados à formação, à sensibilização e  à conscientização
sobre o TEA de forma diferenciada e dinâmica.

 

O Transtorno do Espectro Autista (TEA) virou protagonista em algumas de nossas famílias e, há mais de 13 anos, as transformou em todos os sentidos, desde o diagnóstico às primeiras consultas, com as informações e as desinformações, os mitos e as verdades, os profissionais atualizados e os desatualizados, a esperança e a desesperança.

Essa caminhada nos fez perceber que, se não buscássemos conhecimento, procurássemos grupos de apoio de pais para trocarmos experiências e criássemos grupos e entidades sobre autismo, ficaríamos no mesmo lugar. Então tivemos que buscar informações, profissionais aptos para lidar com autistas e derrubar mitos para defendermos uma educação ampla, afetiva e inclusiva.

Entendemos autismoS, assim no plural, pela diversidade e complexidade do transtorno e por defendermos que cada autista é único.

Nesse sentido, propomos desvelar o autista em sua individualidade, além de percebê-lo como um sujeito sociocultural, criador e protagonista de sua própria história, ou seja, propomos acolher o autista por aquilo que ele é, e não por aquilo que será.


» Missão
   Levar informações pertinentes e atuais sobre o Transtorno do Espectro Autista (TEA) por meio de formações continuadas para profissionais da área de educação da rede pública e privada de ensino.

» Visão
Ser referência na área educacional sobre inclusão de autistas nas redes públicas e privadas de ensino do sul de Blumenau e região até 2023.

» Valores
Trabalhar de forma ética, respeitosa e filantrópica na interação dos agentes educacionais, formadores profissionais e familiares, visando à construção conjunta e harmônica dos conhecimentos sobre o TEA.

 

AJUDE O AUTISMOS ATRAVÉS DE DOAÇÃO PELO PAGSEGURO


 

Diferenciais

a)   Acesso à informação atual de forma estruturada e dinâmica;
b)   Formações gratuitas nas cidades de Blumenau, Pomerode, Timbó e Indaial;
c)   Formadores: profissionais especializados, pais e autistas todos voluntários, a quem geralmente as escolas não têm acesso;
d)   Credibilidade da certificação de uma Universidade de renome nacional.

 


 

Objetivo geral

Promover parcerias com as escolas municipais e particulares para sensibilização e conscientização do TEA nas formações continuadas dos professores e profissionais de educação, visando à orientação adequada à convivência com os alunos.

 


 

Objetivos específicos

a) Trabalhar gratuitamente nos projetos desenvolvidos pelo grupo;
b)Visitar e apresentar o grupo para empresas, associações, escolas e municípios;
c) Pesquisar, desenvolver e executar estratégias para a realização dos projetos;
d) Procurar e contratar profissionais para cada tipo de projeto a ser desenvolvido;
e) Procurar patrocínios e parceiros para financiamento dos projetos, caso seja necessário;
f) Registrar e arquivar toda atividade desenvolvida pelo grupo;
g) Apoiar profissionais na área educacional em suas ações de educar as crianças e os adolescentes.

 


 

Organograma

 

AutismoS é um grupo de quatro voluntárias independentes, sem ligações com ONGs ou associações, que se uniram com o intuito de realizar e promover projetos relacionados à formação, à sensibilização e à conscientização sobre o TEA, de forma diferenciada e dinâmica na área educacional.

Presidência: 

Presidenta: Juliana Lanser Mayer, graduanda do 3º semestre do curso de Pedagogia/Educação Especial na Uniasselvi. Dois projetos seus estão em trâmite na Câmara de Vereadores de Timbó, relacionados ao autismo[1]. Idealizadora e palestrante[2] do I Seminário de Conscientização sobre Autismo[3]. Além de promover encontros com famílias de autistas, nas cidades de Timbó e Blumenau, para trocar experiências, trazer novos conhecimentos e buscar inspirações por meio de outras vivências, como a da família do Marcos Petry[4] e a do Nicolas Brito Sales e Anita Brito, Roda de Conversa na Uniasselvi de Blumenau e Encontro TEA em Timbó[5].

Desde 2015, participa de grupos de pais ligados ao autismo: Autimates Brasil Vip – organizado pela ativista e jornalista brasileira Fátima de Kwant, mãe de um autista adulto, residente na Holanda, mas com trabalhos significantes no Brasil.

Vice-presidenta e gestora de Marketing: Fernanda Marins, Pós-graduada em Gestão Estratégica Empresarial – ICPG; formada em Estudos Sociais – Univali; e em Administração com habilitação em Comércio Exterior – Uniasselvi, pós-graduanda em Educação Especial Inclusiva – Uniasselvi. Desde 2013, está envolvida com voluntariado na cidade de Blumenau: voluntária sem cargo na Associação de Pais e Amigos Autistas – AMA; voluntária ativa no ambulatório da Rede Feminina de Combate ao Câncer. Além de participar de grupos de apoio de mães de todo o estado: Algodão Doce; Amigos de Luta e Autismo SC. Juntamente com outras três mães: Juliana Lanser Mayer, Giselle Ávila e Eleandra Katarina Barbieri, promove a Roda de Conversa[6].

Pedagógico: 

Gestora Pedagógica e tesoureira: Juliana da Silva Uggioni, Doutora em Educação – UNESA/RJ; Mestra em Educação – UNESC/SC; Bacharela em Direito – UNISUL/SC; graduanda  de Pedagogia – UNESA/RJ; pós-graduanda Educação Especial Inclusiva – Uniasselvi.

Operacional: 

Gestora operacional e secretária: Juliane Santa Maria, sócia-proprietária Estúdio Caju Arquitetura e Interiores; graduanda do 10º semestre de Arquitetura e Urbanismo da Uniasselvi.

Em 2010, começou a frequentar as reuniões de um grupo de pais que, além de trocarem experiências, organizavam alguns eventos de conscientização e encontros de confraternização com familiares de autistas, tais como: Caminhada pela Conscientização do Dia do Autismo – 2 de abril (2011, 2012 e 2013); e Festa Dia das Crianças – outubro de 2012.

Em 2013, com a dificuldade de algumas famílias em relação à matrícula e à manutenção das crianças em escolas regulares, decidiram formalizar uma associação – AMA – para lutarem pelos direitos de seus filhos. Foi presidente fundadora da AMA Blumenau Autismo, gestão de 2013-2015 e vice-presidente na segunda gestão de 2015-2017. Nesse período, teve a oportunidade de ministrar palestras, como: Formação sobre inclusão e Autismo para a Secretaria de Saúde de Blumenau – Postos de Saúde Dr. Bottós.

 


 

Mobilização

Empresas voluntárias que apoiam o grupo:

Universidade Uniasselvi – Brasil: além de ceder os locais das formações, palestras e seminários, certifica todos os nossos eventos.

Seven Comunicação Total: criadores da nossa identidade visual e de todo o material de divulgação do grupo e de eventos promovidos por nós.

RH Contabilidade: responsável pela regulamentação do grupo, presta consultoria contábil ao grupo.

Mayer Advocacia: presta orientação jurídica e, também, é responsável pelos contratos de parcerias e dos palestrantes.

 


 

[1] Um projeto é sobre a obrigação dos estabelecimentos públicos e privados do Município a inserirem nas placas de atendimento prioritário o símbolo mundial do autismo e dá outras providências; e o outro, para que o mês de abril seja considerado no município como mês do AUTISMO, com ampla divulgação, com prédios e estabelecimentos públicos iluminados com luz azul.
[2] Palestra intitulada: O que aprendi com meu filho Autista.
[3] Realizado nos dias 26 e 27 de abril de 2017, com apoio da Secretaria de Educação do Município de Timbó/SC e da Uniasselvi.
[4] Marcos Petry é um autista de alto funcionamento, mora em Vidal Ramos, Santa Catarina. Ele se formou em Comunicação Institucional na Universidade UNIDAVI em 2014, e fez seu Mestrado em Design Gráfico e Produção em Publicidade um ano depois. Desde 2016, Marcos é ativista por meio de seu canal no Youtube “Diário de um Autista”, o que resultou em muitos convites para palestras com temas como “Superando dificuldades” e “Possibilidades dentro do autismo”. Em 2016 Marcos escreveu o livro “Contos de Meninos e Meninas, Contos de Homens e Mulheres”.
[5] Mãe de Nícolas Brito Sales, 17 anos, autista. Formada em Língua e Literatura Inglesa, é professora, escritora, palestrante e pesquisadora. Sua pesquisa é um desdobramento do projeto Fada do Dente. Disponível em: https://www.google.com.br/amp/jornal.usp.br/ciencias/mae-de-jovem-autista-pesquisa-comorbidades-relacionadas-ao-disturbio/amp. Acessado em: 12.12.2017.
[6] São encontros mensais abertos a outras famílias com profissionais convidados para discutir assuntos relacionados ao autismo, às terapias, à qualidade de vida e aos estudos que venham contribuir com o tema.