• contato@autismos.com.br

Orgulho Autista

Orgulho Autista

Não é uma luta tão simples. Entre comorbidades, exclusão, preconceito, bullying, a falta de conhecimento, conscientização e tratamento existe uma linha com infinitos pontos que tentamos lidar diariamente.
Não é o romantismo do anjo azul, da pureza, da singeleza e ingenuidade. É o mundo bombardeado de todos os lados.
Não é o mundo da facilidade, do acolhimento, da compreensão e humanismo. É um mundo cheio de competitividade, do conflito, do industrializar o autismo, do ganhar status com a luta, do ganhar visibilidade com a palavra AUTISMO, ESPECTRO, TEA, NEURODIVERSIDADE.
Mas mesmo em um mundo onde tudo parece ir contra, tudo parece conflitante e as vezes desgastante demais. É o único mundo que eu conheço, Meu mundo Autista.
Onde eu me quebro e me conserto, onde eu choro e aprendo sorrir, onde me descubro e me reinvento.
Se eu não fosse autista, parte de mim não existiria, parte do que sou e quem sou não teria a mesma essência. Autismo não me define por inteiro, mas modela parte, quase que total, de quem sou.
Não é me orgulhar das minhas dificuldades e limitações, é me orgulhar da minha força, da minha capacidade de seguir mesmo fraguimentado pelo preconceito.
Orgulhar-me da minha vontade de vencer em um mundo que me sufoca. Orgulhar-me da minha diferença que me torna única, é poder dizer: Eu existo! Eu sou NORMAL! Sou DIVERSIDADE!
Naty Souza

 

autismos