• contato@autismos.com.br

Não tente me curar. Naty Souza, 33 anos, escritora e autista.

Não tente me curar. Naty Souza, 33 anos, escritora e autista.

Não tente me curar.
Eu não sou um vírus, sou uma PESSOA.
Eu não sou doença,  sou DIFERENTE.
Eu não sou contagioso, sou AMOR.
Não tente me curar, tente me compreender.

Tantas coisas para curar no mundo…
Cure sua ignorância.
Cure seu preconceito.
Cure sua falta de empatia.
Cure sua arrogância.
Cure sua intolerância.
Cure sua vida.

Não  tente me curar, não me sinto doente.
Não tente me curar, meu autismo faz parte de mim.
Como a cor da sua pele, como a forma do seu rosto, como a estrutura do seu DNA.
Não tente me curar, não me sinto doente.

Não tente me curar, eu não sou uma ameaça.
Não tente me curar, eu não sou um laboratório.
Não tente me curar, se todos iguais a mim pararem de existir.
A vida na terra acaba sem evolução.

Sem tecnologia, sem equações, sem fórmulas, sem invenções.
Pois, embora diferentes pessoas autistas são habilidosas.
Somos evolução não precisam ter medo do que diferente.
Apenas entender que evoluir é  aceitar a diversidade.

Não tente me curar…

Naty Souza, 33 anos, escritora e autista.

autismos