• contato@autismos.com.br

Escola – avaliação

Escola – avaliação

A matrícula escolar é só o primeiro entrave que a pessoa com necessidades especiais pode passar para seguir os estudos.Muitas escolas se recusam ou dificultam a aplicação das avaliações para as pessoas com necessidades especiais.

Porém, a aplicação da avaliação diferenciada é um direito.

Os alunos de inclusão devem ser avaliados de acordo com os seus avanços e não por meio de critérios comparativos.

Os professores devem receber formação para observarem e considerarem o desenvolvimento individual, mesmo que fuja dos critérios previstos para o resto dos alunos.

Quando o estudante acompanha o ritmo da turma basta fazerem as adaptações, como uma prova oral para crianças com dislexia ou local separado e tempo diferente para crianças com TDAH, por exemplo. No caso do autismo pode ser necessário modificarem as perguntas e/ou usarem uma comunicação mais objetiva.Não existe um padrão para a adaptação, tudo vai depender da necessidade individual do aluno.

Observe seu aluno e compreenda a melhor forma de avaliar para proporcionar uma inclusão com equidade.

Texto: Renata Batista
Psicopedagoga

 

autismos