• contato@autismos.com.br

Corpo na Infância

Corpo na Infância

Corpo na Infância
Por Pedro Ferreira
Psicólogo

Quando nascemos somos nossos sentidos. Integramos o mundo como se tudo fosse um só, não há distinção. O peito materno, as luzes no teto, o colo familiar, o calor das roupas e a fome, trazem tudo que temos durante o início da primeira infância (0 a 3 anos) – as impressões que o corpo encarna e seus efeitos ainda não ditos.
ㅤ Assim, iniciamos puro corpo até que somos tomados pela linguagem, somos inseridos na cultura que dá significado ao que antes era apenas sentido. Essa é a relevância da compreensão da corporeidade como irredutível – o corpo humano toma forma de linguagem. Sejam crianças neurotípicas ou neuroatípicas, é a partir do ensino da palavra com corpo que somos inseridos como participantes da cultura.
ㅤ Criança faz barulho porque o corpo é barulhento. Sejam olhares, sinais, gestos ou frases, não silencie o corpo porque é ele quem diz e através dele que dizemos, pois o que somos.

autismos